sábado, 25 de julho de 2009

* Inundação *




Aconteceu em mim

algo de infinitude

em breves versos

despejo da alma

inquietude

não pertenço a tempo algum

o espaço que me cerca

não limita o que meu ser carrega

mar aberto


Úrsula Avner


* poema com registro de autoria

* imagem retirada do Google

18 comentários:

  1. Úrsula, boa noite.

    Não conhecia seu blog. Mas é um prazer especial poder ler poemas tão bons e carregados de moderno lirismo.

    Parabéns, Poetisa.

    Grande abraço!


    André L. Soares
    http://poemasdeandreluis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Sula, querida, não há dúvida
    que o teu coração fala por você
    e que tua alma incorpora o mais
    profundo do teu ser, com muita
    candura, mas com a firmeza de quem
    sabe o que quer, e nesse rumo se
    projeta, com graça e beleza.
    Encanta-me sempre.

    Beijinhos, amiga.
    ,
    Glória

    ResponderExcluir
  3. Úrsula, me encantam os versos de suas maravilhosas poesias.
    Beijos, ótimo domingo amiga.

    ResponderExcluir
  4. O espaço nos cerca

    e a ele pertencemos.

    Bom Domingo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá, Úrsula!

    Despejar da alma,inquietude, faz tão bem...

    Beijos, querida!

    Taninha

    ResponderExcluir
  6. Lindo!
    Todas as vezes que venho visitar seu cantinho sinto uma verdadeira paz.
    tenha um ótimo final de domingo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Lindo, o incomensurável, inatingével e infinito
    mundo da alma poética. Que ele se estenda cada vez mais, e, mar a dentro, corra a tua poesia
    tão cheia de encanto e beleza.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Há momentos assim, de infinitude. Quando viram poesia, transbordam e nos atinge a todos.
    boa semana, Úrsula. beijo

    ResponderExcluir
  9. Olá,querida!
    Amei seu poema
    "não limita o que meu ser carrega"
    lindo demais. Sucesso
    Beijos,
    Cibele

    ResponderExcluir
  10. almas qdo em sintonia c o amor, dilatam-se, buscam os confins do universo, como se possível fosse; afinal, o amor q alimenta e sacia, tb embriaga.

    ResponderExcluir
  11. Quantas vezes nos esvaímos através de nossos versos, libertando nossas inquietudes, aliviando assim nossas almas.
    Bjos.

    ResponderExcluir

  12. o espaço que me cerca
    não limita o que meu ser carrega
    mar aberto


    Adorei! Todos somos mar aberto numa poesia.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. o delicioso aroma da liberdade, não?

    ResponderExcluir
  14. A qualquer hora em que chegares,
    sentarás comigo à minha mesa.
    A qualquer hora em que bateres a minha porta,
    o meu coração também se abrirá.
    A qualquer hora em que chamares,
    eu me apressarei.
    A qualquer hora em que vieres,
    será o melhor tempo de te receber.
    A qualquer hora em que te decidires,
    estarei pronto para te seguir.
    A qualquer hora em que quiseres beber,
    eu irei a fonte.
    A qualquer hora em que te alegrares,
    eu bendirei ao Senhor.
    A qualquer hora em que sorrires,
    será mais uma graça que o senhor me concede.
    A qualquer hora em que quiseres partir;
    eu irei à frente nos caminhos.
    A qualquer hora em que caíres,
    eu estenderei os braços.
    A qualquer hora, em que te cansares,
    eu levarei a cruz.
    A qualquer hora em que te sentires triste,
    eu permanecerei contigo,
    A qualquer hora em que te lembrares de mim,
    eu acharei a vida mais bela.
    A qualquer hora em que partires,
    ficarás com a lembrança de uma flor.
    A qualquer hora em que voltares,
    renovarás todas minhas alegrias.
    A qualquer hora que quiseres uma rosa,
    eu te darei toda roseira.
    Eu te digo tudo isso, porque não posso imaginar
    uma amizade que não seja toda,
    de todos os instantes e para todo bem.

    by: Cid Moreira

    Desejo uma linda semana com muito amor e carinho.
    Abraços
    Eduardo

    ResponderExcluir
  15. OI FLORZINHA...
    VENHO TE DEIXAR MEU CARINHO E ADMIRAÇÃO...
    SEUS VERSOS ME FAZEM VOAR NA IMAGINAÇÃO...
    PARA TI FAÇO VERSOS RECHEADOS DE ROSAS E AMOR...
    UM BEIJO EM SEU CORAÇÃO POETISA QUERIDA...
    AMO AMAR VC!

    ResponderExcluir
  16. Cara poetisa e amiga os seus versos enaltecem o lirismo que docemente exala de sua alma que como num passe de mágica transforma as palavras numa melodia para afagar nossos corações e aguçar as nossas fantasias. Parabéns, J.A.Botacini. Zezinho.

    ResponderExcluir