terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

* Contrastes*


tela: Salvador Dali


um pedaço do tempo

quedou-se

caiu no asfalto quente

des fa ce lou- se

agora

um pedaço do dia

é noite

parte da noite

é dia

enlouqueceu o tempo

desentende hoje

do que antes sabia


Úrsula Avner


15 comentários:

  1. Linda postagem, amiga.

    Amei a sua visita..
    Fiquei muito feliz. Como é bom fazer surpresas, não é?
    Te ofereço um selo Prêmio Dardo, para este blog, tão cheio de ternura.
    é só aceesar a curiosa.
    Passe lá.
    Um grnde abraço,amiga.
    Sucesso.
    Sandra

    ResponderExcluir
  2. Bello como siempre leerte. maravillosos versos.. Un inmenso placer leerte siempre..
    Besos

    Un abrazo
    Saludos fraternos...

    ResponderExcluir
  3. Úrsula, esse poema tão harmonioso com o quadro de Dali. Muito belo, muito chão, muito dia e noite. Aplausos. beijo.

    ResponderExcluir
  4. Que bonito poema, Úrsula!

    O tempo é, realmente,
    um tema iresistível!

    Também já utilizei
    esta tela de Dali
    para uns versos a respeito. : )

    Um beijo,
    doce de lira

    ResponderExcluir
  5. Também tenho esta sensação ultimamente, de que tudo anda meio às avessas, enlouquecido... especialmente o tempo.

    Beijo, Úrsula.

    ResponderExcluir
  6. Dizem que o Tempo é o senhor da razão!

    Já eu acho que este senhor, há muito não sabe o que é razão.

    Belo poema, Úrsula!

    Beijos

    Mirse

    ResponderExcluir
  7. Beleza seus sentires Úrsula, como sugeriu estou aqui. Percebe-se uma símbiose em clima aconchegante por estas atmosferas.

    Bastante contente por sua visita e por deliciosas fragrâncias que deixastes colorindo aquelas auroas boreais.

    forte abraço neo_amiga com muitas bençãos.

    Hod.

    ResponderExcluir
  8. O tempo que faz e refaz a vida...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Eu é que agradeço por sua visita tão especial.
    Uma minina tão culta como vc prestigiando o meu blogão!!kkkk!!
    Bjo amada,um restinho de semana maravilhoso pra vc!!!!

    PS:Salvador Dali,gente ele é incrível!!

    ResponderExcluir
  10. Em tempo de redizer: imenso prazer em te ler !
    Sua voz é um sopro, beijos formosura.

    ResponderExcluir
  11. Sandra e Adolfo,

    obrigada pela presença e comentários sempre carinhosos. Um abraço garnde aos dois ;

    Godoy e Renata,

    agradeço a apreciação entil de vocês. Bj,

    Nydia e Mirse,

    a presença ecomentário de vocês são sempre marcantes. Bj com carinho,

    Hod,

    obrigada por sua simpática visita e amáveis palavras. Um abraço;

    Graça e Kenia,

    agradeço a visita gentil e comentários;

    Cris,

    Obrigada por suas palavras tão especiais que me deixaram tocada. Sua amabilidade me encanta. Bj no coração,

    Úrsula

    ResponderExcluir
  12. Lindo, simplesmente lindo.
    Super beijos,
    Regina

    ResponderExcluir
  13. tempo e poesia em boas mãos!

    lindo, querida. Belíssimo texto.
    E perfeito casamento com a imagem de Dali.

    Um bjo!

    Talita.

    ResponderExcluir
  14. Gostei muito da trama.

    Parabéns, "cara"!

    ResponderExcluir