sexta-feira, 28 de maio de 2010

* Mutismo *


tela : Dog woman
by : Paula Rego

apegou-se ao paladar


losna de abismo


halitose


voz embargada


em som doído


d o i d o


overdose


d o s e


do que não pode ser dito



Úrsula Avner


15 comentários:

  1. Como é possível falar do mutismo de maneira tão eloquente? E utilizando sensações de sabor, odor, ecos, as pausas no espaçamento... Admirável, cara autora! E Paula Rêgo em perfeita convivência.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Sensações, sentires, ritmos, como uma canção compassada e marcada por doses de sabores em suas notas
    Alquimia!
    Parabéns
    Abraços no coração!

    ResponderExcluir
  3. A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

    Charles Chaplin


    Saudações Poéticas e BOM FDS!! M@ria

    ResponderExcluir
  4. Novas portas de portas que não mais abrem em uma realidade que não mais existe...

    Gostei muita da imagem

    belos versos

    Agradecido pelas visitas ao Rembrandt

    abraço

    ResponderExcluir
  5. o que não pode ser dito clama por libertação. abraço

    ResponderExcluir
  6. Começando pela foto expressando cada palavra ou sentimento sentido em seu admirável e profundo poema. Parabéns querida!
    Bjs da Guerreira.

    ResponderExcluir
  7. Úrsula!

    Poema em grande estilo! Uma overdose de lirismo, para nós, seus leitores!

    Maravilhoso!

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  8. Como sempre, poesia de altíssimo nível.
    Bom domingo !

    ResponderExcluir
  9. Uau, poetisa, recado dado, e mesmo quase mudo, disse tudo!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Este é o grito que temos preso na garganta.

    Beijos, querida, boa semana.

    ResponderExcluir
  11. Palavras que inteligentemente se transformam em poesia. Belas!
    Parabéns!...

    ResponderExcluir
  12. Agradeço o carinho aqui registrado em palavras de cada amigo , amiga e visitante... Um abraço com meu afeto a todos.

    ResponderExcluir