sábado, 12 de fevereiro de 2011

* da reflexão *

li os sinais
todavia
os ignorei

toda via

tem dois lados
saltitam no íntimo
ora na visão
ora no olfato
no paladar
na audição
no tato
em outro sentido qualquer

é fato

que o sentido da vida
não é exato

Úrsula Avner

12 comentários:

  1. Olá, querida Úrsula
    E o inexato tem sentido...
    Bjs de paz e excelente fim de semana pra vc.

    ResponderExcluir
  2. ...mas esse poema, sim...cercado de ritmo, uma beleza. Bjos, mto carinho.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo Úrsula. De uma beleza imensurável. Bj

    ResponderExcluir
  4. Lindo seu poema, feliz domingo pra você, beijos.

    ResponderExcluir
  5. os sinais estão postos mas quem para decifrar códigos,


    beijo

    ResponderExcluir
  6. Úrsula

    O amor cega a razão, mas não pra sempre!




    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Maravilha, Úrsula!

    "TODA VIA TEM DOIS LADOS". Há que se escolher o que no momento for melhor.

    Bela construção!

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  8. Minha querida

    A vida tem sempre dois lados...temos apenas que os saber ler...lindo o poema.

    Deixo um beijinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  9. Ótimo jogo de palavras, Úrsula!

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  10. Obrigada por cada palavra postada, pelo carinho de cada amigo e amiga. Um abraço a todos e todas.

    ResponderExcluir
  11. Adorei esse blog ele tem otimos textos depois dê uma olhada no meu blog http://www.derlandreflexivo.blogspot.com/
    E se quiser deixar sujestões e criticas eu irei adorar, pois e sempre bom ouvir quem ja conhece sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  12. Querida Poetisa...
    Magnificamente reflexivo e conduzido no "acarinhado" da Poesia!!!
    Aplausos e um grande beijo!

    ResponderExcluir