domingo, 6 de fevereiro de 2011

*Fio de vida *

desenho: pássaros nos fios
autora: Luiza Maciel Nogueira
http://versosdeluz.blogspot.com


em fio de luz
repousa a liberdade
um fio de esperança
inunda o desejo
fio de água
corre dos olhos
transforma o quase verde
em azul mistério
borrões
fio de vida

Úrsula Avner

17 comentários:

  1. [nessa estrada do céu, onde se agita o voo da asa, se faz pássaro de palavra como casa, transborda o fio de vida, na mão tecido]

    Abracimenso, Úrsula

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga;

    É sempre um prazer ler você. Adoro suas palavras que são luzes que chegam até mim.
    Aproveito a oportunidade para declamar alguns versos para você. Espero que goste!


    Coragem

    Mulher: - desafias o próprio norte;
    Derramas, ao redor, tua energia,
    Fazes da noite o teu próprio dia;
    Circula nas tuas veias o plasma forte.

    Dás muito de ti, e, desafias a morte;
    Não ignoras teus momentos de agonia;
    Defendes, rude, tua idiossincrasia,
    Nem te entregas à própria sorte.

    Curvo-me para ti, alma de gigante,
    E sigo os teus passos itinerantes;
    Deus conhece a boa filha que tu és!

    Nasceste para conter o rumor,
    Conheço bem o grau do teu amor;
    Incontinenti beijo os teus pés!...

    Machado de Carlos

    ResponderExcluir
  3. Después de tanto tiempo, espero poder ponerme al día con todos y todas..
    Recomenzar el año con la vida en brazos es lo mas bello del amor..

    Un abrazo
    Con mis
    Saludos fraternos de siempre...

    ResponderExcluir
  4. Um poema que começa como um filete de água e depois inunda...Belo!
    Beijos,

    ResponderExcluir
  5. Segurei neste fio...para encontrar novamente seu blog, vim pela Wania...
    Linda semana, amiga,
    Beijos,
    Regina d´Ávila.

    ResponderExcluir
  6. a palavra Úrsula é esse "fio de vida" que se estende para nos equilibrar na poesia. Belo, como sempre.

    beijos

    ResponderExcluir
  7. tudo está por ou em alguns fios,


    beijo

    ResponderExcluir
  8. fio de luz...que poema tocante, Úrsula.

    ResponderExcluir
  9. e são nessas variações de fios que a vida constitui sua trama!

    lindo, Úrsula.

    saudade daqui...

    um beijo grande,

    Talita
    História da minha alma

    ResponderExcluir
  10. E a vida, sempre por um fio...

    Lindo poema, Úrsula.

    Beijo pra você.

    ResponderExcluir
  11. Lindo, Úrsula! E também amo esse desenho da Luiza!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Maravilha, Úrsula!

    Os fios, sempre eles vão do cordão umbilical até o depois do amor.

    Sempre haverão fios e pássaros.

    Beijos, poetisa!

    Mirze

    ResponderExcluir
  13. Úrsula querida

    Este é o fio que nos une...



    Lindo sempre!
    Bjks

    PS: ando pensando muito em ti e acabei borboletrando umas coisinhas pra ti lá no meu Encantaventos... espia lá!

    ResponderExcluir
  14. Úrsula, um momento lindo..uma imagem linda. O fio que conduz e nos resgata do abismo. Beijo

    ResponderExcluir
  15. Úrsula, querida

    Enxergar na liberdade um fio de esperança, esse é o fio da vida.

    Bjs grandes

    ResponderExcluir
  16. ei você ganhou um selo do versosdeluz, vá lá ver!!

    ResponderExcluir
  17. Fios de delicadeza, do jeito que só vc. sabe tecer...bjo!

    ResponderExcluir