terça-feira, 16 de março de 2010

* Cópula em dobro *




imagem : Casal

autor: Lauri Blank
sol penetrou
lua garbosa

breve encontro crepuscular

feixes de luz saltitaram

- orgasmos múltiplos-

No céu

um arco-íris noturno

erótica paisagem

******//******


o lápis penetra a folha alva

vai desvirginando o vazio

um canto orgástico ecoa

palavras viris



Úrsula Avner

13 comentários:

  1. Maravilhoso minha bela.
    Parabénsssssssssssssssssss.
    beijokas.

    ResponderExcluir
  2. Retenho a tua voz
    de poeta.
    Atravesso as noites
    com asas de seda
    para não acordar
    o silêncio
    que se deita na alvura
    da tua manta
    onde apenas o lápis
    penetra,
    desvirginando o vazio!


    Um carinhoso abraço!
    AL

    ResponderExcluir
  3. Uau, por isso a noite começou cheia de estrelas.

    Lindo, lindo!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Eu diria fabuloso!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  5. Sensacional! Poesia é igual uma pintura em tela. Cada um vê de uma forma diferente e todos acham lindo. Não sei se vi bem, mas se comparou à beleza de escrever a um orgasmo, estou de acordo, pois escrever para mim é um de meus momentos mais sublimes e prazerosos .Parabéns. beijos

    ResponderExcluir
  6. Tá inspirada, mulher! muito sensual e bonito esse poema. Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Sensual, no estilo clássico!

    Maravilhoso, Úrsula!

    Beijos

    Mirse

    ResponderExcluir
  8. Bela a imagem do arco-íris noturno, Úrsula. Quem tiver olhos de ver, que veja. E sinta. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. A luz da entrega sem qualquer reserva...
    Muito bom.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  10. Úrsula, querida!!

    Faz muito tempo que não passava por aqui, mas suas poesias continuam lindas...

    Por favor, envie-me seu e-mail porque, apesar de ter "encerrado" o blog, estou restringindo o seu acesso apenas aos amigos...

    Quem sabe, algum dia eu volte!

    Um beijo grande e obrigada!

    ResponderExcluir
  11. Não sei do que mais gostei.
    Mas o erotismo é tão grande que quase extasiei!
    Lindos os seus versos.
    Sugestivo Blog.

    ResponderExcluir
  12. Um orgasmo poético!

    Maravilhoso!

    Bjs.

    ResponderExcluir