sexta-feira, 19 de março de 2010

* Projeção *




suntuosa é aquela nuvem

rajada de lilás

em céu azul anil

ensinua-se

cheia de trejeitos

move-se

vejo aqueles seios

rijos transparentes

duas tulipas imponentes

olhos ardentes

perscrutam meus pensamentos

debelam meu peito

oxigenam sentimentos


de repente

se desfaz lentamente

desaparece

nunca mais retornará

não da mesma forma

da forma que só eu a vi passar


mal dita nuvem

aparece

se oferece

meus sentidos aquece

depois simplesmente

me esquece


Úrsula Avner


* imagem do google

13 comentários:

  1. Muito lindo!!!!!!!!!!!!!!!!! Como coloco música no blog eim? sou lesadinha rssrr em ajuda, bjs

    ResponderExcluir
  2. Rico poema. Úrsula!

    Refletir sobre "nuvens" nos transporta, porque nunca uma será igual a que vimos.

    No entanto você descreve com tanta precisão que enxergamos o que sequer vimos.

    Maravilhoso!

    Beijos

    Mirse

    ResponderExcluir
  3. Projetamos imagens, ideias nas nuvens. E elas só as dissipam...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Poesia maravilhosa, passou muito bem a imagem identificada, belas passagens expressas nas frases.
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  5. Lindo a forma de ver as nuvens que as vezes nos passam despercebidas, mas quando paramos para contemplar, viajamos em suas formas cheia de graça e beleza.
    Um abraço, bom final de semana

    ResponderExcluir
  6. É o segundo poema da noite
    com nuvens nos versos
    ...
    Bom fim de semana pra ti guria !

    ResponderExcluir
  7. Uma metáfora interessante. A vida não é isso? Lindo poema. Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Que delícia de poesia...
    Beijos, Úrsula !

    ResponderExcluir
  9. Úrsula, as nuvens me dizem tanto, eu vejo o quero nelas e elas sempre me mostram o que quero ver! Talvez nisso residam a sua magia e o seu encanto! AMO as nuvens, estas danadinhas!


    Sempre lindo vir aqui, teu lugar me inspira, me emociona, me alegra, me faz pensar em mim, sabia? É a poesia, são as nuvens, é a amizade, é o carinho, é a troca, é a sintonia, é a vida que transborda aqui e que me inunda sempre!


    Obrigada pela partilha de sentimentos!
    Bj imenso pra ti, amiga!

    ResponderExcluir
  10. Úrsula,

    Há momentos que são únicos e irrapetiveis...

    Um abraço Poeta!
    AL

    ResponderExcluir
  11. Obrigada queridos (as) amigos (as) que sempre me honram com sua visita e áqueles que aparecem eventualmente também. Obrigad por cada comentário, cada palavra, cada gesto de carinho. Um abraço afetuoso a todos.

    Úrsula

    ResponderExcluir