quarta-feira, 14 de outubro de 2009

* Imersão *



do que adormeceu

não soube se

sonho ou pesadelo


do que emudeceu

não soube se

penitência ou apelo


Úrsula Avner


Fonte da imagem: Google- sem informação de autoria

12 comentários:

  1. Lindo, Úrsula. Fluidez que que nos faz sonhar.
    Beijos :)
    H.F.

    ResponderExcluir
  2. Úrsula, seu blog é encantador, fiz um belo passeio por suas poesias e maravilhei-me com os versos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Imersos em nós mesmos, às vezes as coisas nos escapam, e ficamos assim... sem saber.

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Úrsula,

    talvez o Pedro Calderón de La Barca esteja certo ao dizer que a vida é sonho, e eu acrescento que, nesse sonho, o apelo que nos é feito é para que cumpramos uma constante penitência de aprendizado: outro dia me ocorreu que somos anjos caídos que passamos um tempo aqui aprendendo que é mais fácil obedecer do que mandar, e que o sentido da existência é ser feliz louvando Deus, e louvar Deus sendo feliz.

    pax et bonum
    marcos

    ResponderExcluir
  5. A sua maneira, vc escreve tanto em tão poucas linhas que fica complicado pra comentar...rs

    um beijo

    ResponderExcluir
  6. Querida Úrsula, hoje, além de me deleitar com seus versos, vim também para convidá-la a participar do primeiro aniversário do manual do inseguro.com. Todo o mês de novembro vou me dedicar a publicar textos de amigos e seguidores. Você foi uma das primeiras seguidoras que tive, o que me deixou muito honrada. Se você quiser participar, basta enviar um texto seu para o email stellatavares@yahoo.com.br. Pode até ser um que você já tenha publicado, mas que o considere especial. Pode ser enviado a qualquer dia, mas será publicado em novembro. Posso contar com sua participação? Fico aguardando por uma resposta e desde já agradeço.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Boooom diiia, Úrsula

    Lindo começar o dia assim... na suavidade das tuas palavras!

    Ás vezes, nem mergulhando fundo encontramos as respostas... doces mistérios da Vida que, com certeza um dia, desvendaremos em todos os seus significados!

    Um beijo grande pra ti

    ResponderExcluir
  8. A dúvida , a incerteza
    Que Descartes usou como conceito
    base de uma doutrina
    Acompanha os humanos
    em suas descobertas
    em suas divagações
    E o poema é um ótimo estágio
    para aliviar a alma

    ResponderExcluir
  9. ola minha querida amiga..vindo aqui depois de algum tempo..me desculpa...estava andando nas nuvens nestes ultimos dias...mais venho aqui para me deliciar com tuas palavras...


    Ademerson Novais de Andrade

    ResponderExcluir
  10. Agradeço o carinho de cada um dos amigos e amigas que postaram aqui seu comentário. Bj afetuoso.

    ResponderExcluir
  11. Úrsula, voltei para completar o convite: todos os textos enviados constarão o autor e o endereço do blog. Espero que aceite o meu convite.

    Bjs

    ResponderExcluir