sexta-feira, 30 de outubro de 2009

* Pescaria *


Tela : Maggie Taylor

um peixe
olhou-me
olhos de esgrima

eu o persegui
rio abaixo
rio acima

estava o peixe
na vazante
solitário
na vida breve
do instante

desta vez
fui eu quem
lançou-lhe o olhar
de soslaio
em gesto silente

olhos de surpresa

o peixe assustou
morria o valente
á beira da represa

Úrsula Avner

21 comentários:

  1. Lindos tus versos.. y visitarte es exquisito..

    Un beso

    Un abrazo
    Con mis
    Saludos fraternos..

    Que tengas un buen fin de semana...

    ResponderExcluir
  2. Um quê do mamífero em Moby Dick...

    Elegíaco...

    ResponderExcluir
  3. Nós e nossos mundos submersos...

    bom feriado Úrsula. beijos.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia minha linda poetiza...
    Ah!!!Deixa eu te falar uma coisa:Eu adoro pescar..
    beijos milllllllllllllllllllllll

    ResponderExcluir
  5. Úrsula, rica pescaria faço eu a cada vez que venho nadar por estes teus mares!
    Meu anzol nem precisa de isca para pescar, tamanha é a abundância poética que habita este fundo!


    Eu gosto muito de te ler, já disse e repito!


    Ótimo feriado pra ti,
    Bjão

    ResponderExcluir
  6. nadou, nadou, para morrer na praia: metáfora para o Corínthians.

    ResponderExcluir
  7. Faço das palavras da wania, as minhas palavras. Sim! Estou de volta! E obrigada pelo carinho!
    esmaques!

    ResponderExcluir
  8. Adolfo e Henrique,

    obrigada pela prsença constante e carinhosa, abraços ;

    Nydia e Sereia,

    é sempre bom recebê-las no meu cantinho. Bjs ;

    Querida Wania,

    seu comenário mexeu comigo. Fico muito feliz com suas amáveis e ricas palavras. Também faço ótimas pescarias quando te visito. Bj grande.

    Marcos,

    este é o problema dos peixes... Obrigada pela visita sempre frequente. Um abraço ;

    Marisete,

    obrigada pelo carinho em meu espaço e aguardo seu desabrochar em poesia de novo. Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Deliciosa pescaria...

    Corre a brincar
    Como nos tempos de criança.

    Adoro seus textos..

    Lindo fim de semana, ótimo feriado.
    Super beijos
    Regina d'Ávila.

    ResponderExcluir
  10. Cheguei aqui, pé ante pé quase sem fazer barulho, deixei-me levar pela musica e pela poesia que é linda, muitos parabens, vou voltar certamente.

    Antonio Gallobar

    ResponderExcluir
  11. Frias pedras, negro basalto
    Sentinelas do receio à tempestade
    Testemunhas da viajem do tempo
    Cobertas de sal, guardiãs da verdade

    Mas, não há duas reais verdades
    Não há rios que correm para o alto
    Não há amor num coração que mente
    Não há ternura sem viver o momento


    Vem viver a minha cidade inventada


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  12. Linda pescaria, ùrsula!

    Nem o pescador ou o peixe perceberam, tal o lirismo que você empregou no poema!

    Parabéns, poeta!

    Beijos

    Mirse

    ResponderExcluir
  13. Oi Regina,

    agradeço o carinho de sua visita e tão amável comentário. Bj e ótimo feriado também ;

    Caro Antônio,

    emocionada fiquei ao ler seu comentário. Muito obrigada pela gentileza ;

    Graça,

    muito me alegra e honra sua visita em meu espaço. Obrigada pelo carinho ;

    Profeta,

    agradeço sua visita, volte sempre e grande abraço ;

    Mirse querida,

    agradeço sua amabilidade sempre que me visita. Bj com carinho.

    Minha cara autora do ventos na primavera,

    agradeço a gentileza de sua visita e comentário. Bj,

    Úrsula

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    sou nova aqui e queria dizer que gostei imenso de sua poesia.
    Voltarei.
    Boa semana:-)

    ResponderExcluir
  15. Querida Úrsula,

    Sempre um carinho na alma vir aqui! Continuas inspirada!...

    Tudo muito lindo, sensível, poético...

    O que a Net tem de bom é isso... encontramos pessoas talentosas, espaços fascinantes e ficamos viciados de tanta coisa boa!

    Você é um anjo, minha amiga!!

    Tenha um excelente feriado, grande beijo!!

    (Qdo puder, passe no "Devaneios" - post do dia 31/10).

    ResponderExcluir
  16. Úrsula
    Adorável seu espaço de poesias , que bom ter me achado porque pude também vir aqui. A gente se encontra e já tinha passado por voce, nos comentários que fazemos dos amigos, mas o tempo as vezes não permite visitar todos. Oportunidades surgem e vou ficar aqui, com essa musiquinha ao fundo e mais uma poeta incrível.
    Belas pescarias vou fazer por aqui.
    Meus abraços

    ResponderExcluir
  17. Obrigada linda:-)
    aqui tudo é lindo também e muito acolhedor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi L,

    Seja muito bem vinda ao meu cantinho. Fico feliz em tê-la encontrado também. Obrigada pelo carinho. Bjs ;


    Oi Regina,

    é sempre muito bom receber sua amável visita. Bj na alma e obrigada por tudo ;

    Lis,

    amei seu adorável comentário e lhe agradeço o carinho da visita. Volte sempre ! Bjs ;

    Cris,

    sua presença é sempre bem vinda em meu cantinho. Aprecio muito sua escrita poética que também é oceânica. Bjs;

    Oi Lisa,

    Obrigada por seu carinho em meu espaço poético. Bj e até a qualquer momento.

    ResponderExcluir